No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial (26/04), nutricionista dá dicas para o controle da pressão

A hipertensão arterial é considerada um dos graves problemas de saúde pública no Brasil e ainda um dos principais motivos que levam a doenças cardiovasculares. O excesso de peso e a alimentação inadequada são alguns dos principais fatores que contribuem para o agravamento da doença, que também pode estar associada ao sedentarismo, genética, tabagismo, consumo excessivo de álcool, gordura e produtos industrializados.

De acordo com a nutricionista do Instituto de Câncer de Brasília, Michelle Mendes, o tratamento não medicamentoso que compreende mudanças no estilo de vida é recomendado em todos os estágios da doença, contribuindo bastante para o controle da pressão arterial.

A nutricionista dá algumas dicas importantes:

– Mantenha o peso adequado, se necessário mudando hábitos alimentares;

– Reduza o consumo de sal, evitando principalmente o saleiro a mesa;

– Pratique exercícios físicos com regularidade;

– Evite o consumo de bebidas alcoólicas;

– Não fume;

– Evite o consumo de alimentos ricos em sal como carnes processadas, embutidos, enlatados, temperos prontos e salgados de pacote;

– Aumente o consumo de alimentos ricos em potássio como feijão, ervilha, aveia, folhosos verde escuros, banana, abacate, etc. O potássio exerce um efeito positivo no tônus vascular contribuindo para a redução da pressão arterial’

– Substitua o sal por temperos naturais como alho, cebola, orégano, salsa, cebolinha e etc;

Uma excelente opção também é trocar o sal comum pelo sal de ervas. Basta misturar partes iguais das seguintes ervas secas: alecrim, manjericão, orégano e salsinha e sal rosa. Bata tudo no liquidificador e guarde em um pote de vidro bem fechado e use sempre que precisar.

Os comentários estão encerrados.