Diretor Técnico do ICB ressalta a importância dos Cuidados Paliativos

Mesmo com os avanços nos tratamentos e os resultados positivos alcançados, o câncer ainda representa uma batalha a ser vencida. Para aliviar dores, reduzir os sintomas e, principalmente, aumentar a qualidade de vida, o Instituto de Câncer de Brasília (ICB) tem nos Cuidados Paliativos uma de suas vertentes de tratamento.

O objetivo é propiciar mais qualidade de vida, não somente ao paciente, mas também à família, desde o momento em que a doença é diagnostica como também durante e pós tratamento.

O diretor Técnico do Instituto de Câncer de Brasília (ICB), Gustavo Gouveia, esclarece que “durante o manejo de doenças crônicas – a exemplo das neoplasias (cânceres) -, é comum o esgotamento das opções de tratamento visando a cura ou aumento da sobrevida dos pacientes. Os Cuidados Paliativos são uma linha de tratamento adotada no sentido de buscar conforto aos paciente e familiares, e alívio de seus principais sintomas, com foco na qualidade de vida.”

Nesse cenário de atendimento integral, a equipe multidisciplinar se torna fundamental porque envolve, além do aspecto médico, as vertentes social, espiritual e psicológica. “É essencial uma equipe especializada, contendo médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas – todos com formação e experiência em Cuidados Paliativos. Assim poderemos garantir ao paciente e familiares o máximo conforto frente a progressão de uma doença de difícil cura”, diz o Diretor Técnico do ICB.

Com ênfase no cuidado integral do paciente, o ICB conta com uma equipe multidisciplinar especializada em Cuidados Paliativos. Além da equipe, o ICB disponibiliza da alternativa ‘hospice”, que são hospitais voltados para internações no modelo day-clinic com indicações para hidratação, analgesia, reposições, antibioticoterapia.

Gustavo Gouveia ressalta que em fases avançadas do câncer, o paciente deve receber os cuidados paliativos em casa, já que as internações hospitalares podem agravar a qualidade de vida.

Os comentários estão encerrados.